terça-feira, agosto 30, 2005

Férias

A partir de hoje, tornou-se oficial:

Preciso de férias!!!

Férias do trabalho.
Férias de Lisboa e dos turistas que entopem as esplanadas.
Férias do Metro cheio de gente que não toma banho e não sabe o que são anti-transpirantes.
Férias da tasca aqui da frente e do salmão grelhado e das sardinhas assadas e das febras ressequidas.
Férias dos colegas de trabalho que ainda não foram de férias.
Férias dos que já voltaram e estão com stress pós-férias ou então super activos.
Férias dos incêndios e das notícias sobre o Soares candidato a Belém.

Preciso de umas férias que me deixem em estado zen, de papo para o ar, numa praia sem turistas, a olhar para anteontem e com dez livros na bagagem, mesmo que não leia nenhum.

Pronto. Está feito o desabafo. Agora tenho de regressar ao trabalho.

15 Comments:

Anonymous maray said...

um dia eu saí pra umas férias assim. Zen, como diz vc. Quando me dei conta, a tal cidadezinha era zen mesmo: zen banca de jornal, zen internet, zen livraria. Voltei rapidinho. Zen paciência pra tanta paz...

4:11 da tarde  
Blogger marsalho said...

Conselho para quando fores: destrói o telemóvel!

8:56 da tarde  
Blogger Maria, la portuguesa... said...

Assim tal qual estava eu há 15 dias atrás,rebentava se não fosse de férias.... ia tão, tão cansada que nem consegui desstressar.
Tira férias já!

9:33 da tarde  
Blogger miak said...

O problema é que tudo de que tentas fugir não vai embora com facilidade...
Talvez seja melhor tirares umas férias num mundo de sonhos. Em que te libertas...da realidade enfadonha...

10:23 da tarde  
Blogger t&v said...

mas eu não quero fugir de nada, miak. só quero férias. férias zen e sem telemóvel, pois claro (só um bocadinho à noite, para ouvir alguma mensagem) e quero o meu mundinho por cá quando eu voltar, porque ao fim de algum tempo acabo sempre por lhe sentir a falta (tirando os maus cheirosos do metro e o soares candidato e mais uma coisinha ou outra...).

11:23 da tarde  
Blogger al said...

Quando descobrires esse sítio avisa. Precisava dessas férias, mas dumas assim que durassem o tempo que me apetecesse...

11:49 da tarde  
Blogger pinky said...

tá fácil....
põe-te a caminho da zambujeira ou arrifana, desliga o telemóvel e ganhas o céu juntamente com percebes frescos!

3:16 da manhã  
Blogger miak said...

Pois...eu também precisava dessas férias. Mas o velhote vai mesmo candidatar-se. E o outro, com um discurso tão inteligente embora pouco "alegre" (quase me convencia), e afinal vai pôr as barbas de molho e ceder ao que critica. Sabes de uma ilha aqui perto onde possamos descansar?

9:52 da manhã  
Blogger polegar said...

como te compreendo... também precisava da fuga que não veio, e cujas oportunidades vi serem apagadas com o passar dos dias... precisava de ar, de vida, de sentir que vivo fora daqui. de me sentir eu, por um pedacinho...

4:33 da tarde  
Blogger aNa said...

lucky me, que fui duas semanas que valeram por muitas!!!
beijos e ânimo!

11:38 da manhã  
Blogger panamá said...

Pois. Bem, ao menos já desabafaste! É tão bom ler os teus "desabafos"! Bom trabalho, rica jóia:)

1:39 da tarde  
Blogger gracinha, a artista do burlesco said...

Invejosa

7:37 da tarde  
Anonymous reluis said...

ai, férias que saudades, que saudades, que saudades.

da última vez que fui de férias ainda a chloe sevigny mamava (vide postal ilustrado no blogue) - claro que pode ser uma piada brejeira. mas já escrevia gonzalo torrente ballester num livro que de certeza a menina valsa iria adorar: "é possível que eu seja completamente indecente, não é maravilhoso?"

espero que consiga ir de férias. estamos todos a precisar.

9:05 da tarde  
Blogger Margarida Atheling said...

E não consegues?! Nem mesmo uns dias?!
Só de ler até eu fiquei a precisar do mesmo! Ai... e só cheguei há duas semanas! Parece uma eternidade!
Vai! Vai!!!

Beijinhos!

11:57 da manhã  
Blogger t&v said...

falta só uma semanita :)

1:40 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home