terça-feira, maio 03, 2005

Será preocupante?

Dez da manhã. Estou atrasada para o trabalho, como acontece todos os dias, quando o telefone toca. Atendo e, enquanto ponho a nova sombra azul bebé a dar com a saia e disfarço a puta de borbulha que me cresceu na testa, entalo o telemóvel no pescoço e vou falando com a Cris. Tomo o leite e a torrada, lavo os dentes, mudo o telemóvel para o outro lado para evitar um torcicolo, verifico o conteúdo da mala, alimento os gatos e saio de casa. A conversa telefónica continua animadíssima, porque há muito tempo (desde ontem, mais exactamente) que não nos falamos e há imensas coisas para actualizar. Saio de casa, guardo a chave, caminho até ao Metro e a conversa já vai para aí em meia hora, mas não faz mal, que é a empresa dela que está a pagar. De repente, o pânico! Onde está o meu telemóvel? Abro a mala e, com a única mão livre, vou tirando tudo lá de dentro, desesperada porque o telefone não está lá e eu não vivo sem ele, porque há-de haver alguém que me quer falar e depois como é que vai ser? São dez e meia, estou cada vez mais atrasada, mas decido voltar para trás. Quando já estou a entrar em casa, a Cris diz que tem de desligar e eu digo que sim, que é melhor, que até já tive de voltar a casa porque me esqueci do telemóvel e de repente dou-me conta da terrível verdade: tenho o telemóvel na mão, sempre tive, e estou igualzinha à minha avó, que corria a casa toda à procura dos óculos que tinha encavalitados no nariz.

Avisei a Cris que se contasse o pequeno episódio matinal a alguém era uma mulher morta, mas suponho que ela não ouviu, porque, vá-se lá saber porquê, não conseguia parar de rir...

12 Comments:

Blogger Kwan said...

Devias comprar um auricular. Sempre evitavas os torcicolos...

10:22 da tarde  
Blogger gracinha, a artista do burlesco said...

mmhhh... que dizias tu da idade??? (com ar angélico)
ihihihihihihihihih ;-)
Gracinha

10:57 da tarde  
Blogger C_de_Ciranda said...

Ó pah... Só me ocorre uma coisa... pera...deixa-me limpar os olhos... ahh... é isto:
Muahahahahhahahha Muahahahahhahahhahahahahahahahahahahahaah!
'Raismapartam' se não me fizeste chorar de rir, com mil diabos! E agora.. ala para casa que se faz tarde! :)

beijoca grande!

*** Ciranda

2:51 da manhã  
Blogger Margarida Atheling said...

E eu preocupada com a minha sanidade mental quando, há dias, levei quase uma hora à procura das chaves que tinha na mão!
Sinto-me bem mais acompanha! Obrigada!
Bjs!

8:34 da manhã  
Blogger Invisible said...

Em resposta à tua pergunta: Não é preocupante, é natural. Tem a ver com a capacidade desmultiplicadora da atenção (Divided Attention) que é alvo de estudo frequente em Psicologia Cognitiva.
Seguramente que já voltaste para trás para ver se tinhas desligado o esquentador ou apagado o fogão, ou fechado a porta à chave, não?!
Essa propriedade da desmultiplicação da atenção (que nos permite fazer várias tarefas ao mesmo tempo desde que estas não provoquem conflito das respectivas partes do cérebro incumbidas de as "processar") pode ter repercursões na execução de algumas tarefas. Ex: Uma tarefa cognitiva interfere com uma tarefa psico-motora.
DAÍ SER PROIBIDO FALAR AO TELEFONE ENQUANTO SE CONDUZ!
Mas claro que me fizeste rir com a situação que descreveste.

12:35 da tarde  
Blogger Mascote said...

Ui! Isso é tão habitual acontecer comigo. E desde tenra idade - lembro-me de, na escola , andar à procura do lápis, com ele na mão! :-S

6:57 da tarde  
Blogger ci said...

Oi menina, também não consigo parar de rir;) E o engraçado é que quando comecei a ler fiquei pensando: mas ela não está falando nele!!!? Bjos. ci

9:37 da tarde  
Blogger Soinico said...

Bom, acho que já aconteceu a todos procurar os óculos que estavam na cara e a caneta que estava entre os dedos... :D Portanto, não te preocupes... Se faz rir, é saudável :))

9:52 da tarde  
Blogger panamá said...

eheheheheheh! lindo! ihihihih! Mas, calma, minha jóia, não é preocupante! Inspira...isso! Beijinhos:)

12:20 da tarde  
Blogger manhã said...

É caso para dizer que o tele não é um objecto mas um orgão vital,eheheh

6:32 da tarde  
Blogger t&v said...

obrigada a todos por me fazerem sentir normalzinha (a tua explicacao esta excelente, invisible). nao achei la muito bem foi que se tenham rido assim a minha custa, mas pronto, esta bem...
beijinhos e abracos

12:11 da manhã  
Blogger clô said...

Isso aconteceu-me também no outro dia... :-)

9:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home