sábado, abril 23, 2005

Cadeia literária...

... é favor não quebrar!!

Há dias cheguei a casa da minha mãe e lá andava ela toda atarefada, de receita em punho,a preparar um bolo. A minha mãe é excelente cozinheira, portanto até aí nada de mais. Acontece que neste caso o bolo era... o bolo do padre Rossi. Nem mais, aquele padre cantadeiro, estão a ver? Pois a minha mãe tinha sido apanhada numa cadeia daquelas que é favor não quebrar, porque tinha sido inciada no Brasil há muito tempo e já tinha dado a volta ao mundo não sei quantas vezes e por aí fora. Tinha de fazer o belo do bolo e depois passar a receita a três amigas. Safei-me com muita habilidade, explicando que o forno cá de casa tem pouca prática nestas coisas, mas ofereci-me amavelmente para provar a iguaria, que por acaso não era nada má e desapareceu rapidamente.

A cadeia-do-bolo-do-padre-rossi foi das melhores que já vi até hoje. De resto, detesto cadeias. Detesto que me encham a caixa do correio com essas coisas a dizer que se não cumprir o que lá diz vou der dez anos de mau sexo, ficar gorda ou outra merda do género.

A cadeia literária que a Gracinha fez o favor de me impingir não é tão boa como a do bolo-do-padre-rossi, principalmente porque não dá lugar a lanche no fim, mas admito que também tem a sua piada (eu sou maluquinha por livros, já vos disse, não disse?), por isso cá vai:

Não podendo sair do Fahrenheit 451, que livro quererias ser?
Um bem pequenininho, porque tinha de o decorar todo e não sou lá muito boa nisso. Acho que escolhia "A história da gaivota e do gato que a ensinou a voar", do Sepúlveda, que é uma pequena delícia.

Já alguma vez ficaste apanhadinha(o) por um personagem de ficção?
Já. Muitas vezes. A primeira de que me lembro foi pelo Julio, dos livros dos Cinco da Enid Blyton. Achava que o homem, do alto dos seus 12 anos, devia de ser o máximo, lindo e maravilhoso. Tanto que li a colecção inteira aí umas dez vezes. Na verdade acho que fico sempre apanhada pelos personagens quando os livros são bons e me apaixonam realmente.

Qual foi o último livro que compraste?
"A Misteriosa chama da Rainha Loana", do Umberto Eco.

Qual o último livro que leste?
"Los Angeles", da Marion Keyes (excelente literatura de Metro). E antes o último do Gabriel Garcia Márquez, "Memórias das minhas Putas Tristes".

Que livros estás a ler?
Só leio um de cada vez. Antes de atacar o Eco, estou a terminar um policial da Donna Leon, "Na Senda do Crime".

Cinco livros que levarias para uma ilha deserta:
Está é difícil... Levaria mais do que cinco. Os do Gabriel Garcia Marquez, sem dúvida. A poesia do Carlos Drommond de Andrade. O Arturo Perez Reverte. O Javier Marias. Um ou outro do António Lobo Antunes. Os do Ian McEwan. Pronto, não consigo escolher só cinco. Impossível.

Três pessoas a quem vais passar este testemunho e porquê?
Esta também não é fácil, porque parece que já toda a gente da blogosfera entrou na bela da cadeia. Mas, porque sou curiosa, vamos arriscar, e os eleitos são: Magnólia, Rosa Shocking, Bekx , Sofia e Ideafix (inflacionei um bocadinho a coisa, mas não faz mal).

E nada de quebrarem a corrente...

9 Comments:

Blogger gracinha, a artista do burlesco said...

quem é amiguinha, quem é? passa lá a receita do padre rossi, então... vamos lá ver se isso é assim tão bom...
Bjs
Gracinha

5:51 da tarde  
Blogger Magnolia said...

Ai miguinha, a Panamá também me mandou e está lá no jardim, já devias saber que de mim só sai asneira, tu não te desgraces mulher! LOL! Será que vou ter de repetir até sair alguma coisa de jeito?? Eh, eh, eh!
Muito obrigada na mesma pela nomeação! Bjos!

12:52 da manhã  
Blogger Soinico said...

Eu já respondi, também, lá no meu blogue. Está no mês de abril, logo no princípio :) Acho que é a primeira corrente, em muito tempo, que eu não quebro!

3:29 da tarde  
Blogger t&v said...

lol!!
isto não me está a correr nada bem :)
mas claro que já fui bisbilhotar as vossas leituras.

1:52 da manhã  
Blogger carine said...

so ouço falar nesse bolo.
dás-me a receita??

carine

10:44 da manhã  
Blogger pedro vieira said...

falaste no Perez-Reverte, ganhaste o meu coração. Um grande bem haja.

11:38 da tarde  
Blogger t&v said...

Carine:
vou ver se a minha mãe ainda tem a receita :)

Pedro:
é sempre bom ganhar o coração de alguém e o grande perez reverte é uma razão tão boa como outra qualquer :)
volta sempre.

12:04 da manhã  
Blogger Bekx said...

Tb já fiz o questionário mas não resisti e acabei com a corrente!!

1:05 da tarde  
Blogger t&v said...

querido bekx: o castigo são dez anos de livros da margarida rebelo pinto. era só para avisar...

9:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home