sábado, agosto 21, 2004

Janela

Da minha janela vê-se a cidade. Telhados luzes, a ponte, uma igreja no alto de uma das sete colinas. É a coisa mais preciosa que tem a minha casa, contruída há quase 80 anos. Às vezes tento imaginar quantas vidas já passaram por aqui. Quem aqui viveu e se deslumbrou, também, com esta vista sobre Lisboa. Quem aqui viveu, foi feliz ou infeliz, fez amor, teve filhos. Talvez até aqui tenha nascido alguém. A minha casa tem alma. E é minha (ou será, daqui a uns trinta anos, poque entretanto, claro, ainda é do banco).

Aqui, na minha casa, aborreço-me terrivelmente neste sábado à noite em que não me apeteceu ver ninguém e fiquei sózinha com a vista sobre Lisboa.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Corta essa parte da vista, ou tens que pagar mais 20% na taxa autárquica. Depressa, antes que alguém a leia!!!
Beijos
Gracinha

1:01 da manhã  
Blogger sónia said...

Tudo igual, excepto a vista!!!!!! Gosto muito deste blog! ;)

1:07 da tarde  
Blogger t&v said...

obrigada :)
t&v

1:35 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home